Pesquisar neste blog

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Escultura de Cinco Metros, em Homenagem a Tia Ciata, Feita com Reaproveitamento de Materiais.

No Centro de Arte Calouste Gulbenkian (R. Benedito Hipólito 125, Praça XI), dia 20/11 às 11h, inauguração da escultura de cinco metros, em homenagem a Tia Ciata, feita com reaproveitamento de materiais e desenvolvida pelo Coletivo Papo.

Programação:

Esquete da Ciata (Espetáculo Cabaré Dulcina) com 10 integrantes do Cabaré, contando a história da casa da Ciata, com música de Gabriel Moura e Antônio Pedro Borges. Espetáculo ganhador do Prêmio Shell de música, com direção de Vilma Melo e Edio Nunes, e coordenação de Vilma Melo e Mara Soto, às 11h15.
BatuKe de Ciata: Grupo de aproximadamente 40 mulheres, sobre a orientação do Mestre Riko, ligados a ORTC, Organização Cultural Remanescentes de Tia Ciata. Participação de Gracy Mary, Bisneta da Ciata, com Baianas , representando os remanescentes da Ciata, às 11h45.
O cortejo da Ciata: Cortejo de Maracatu, a presença do Mestre Maurício Soares, da Nação Estrela Brilhante, campeã do Carnaval 2015 de Recife, às 12h15.




segunda-feira, 1 de junho de 2015

Sambra! em Comemoração 100 anos de Samba!

"Que Homenagem linda para muitos dos que partiram mas fizeram História. Um deles, meu Pai Bucy Moreira e minha Bisavó Tia Ciata!!! Salve a Todos que lutaram para o Samba se tornar o que é hoje, nosso Patrimônio Cultural Brasileiro!!!" Palavras de Gracy Mary Moreira


     


link para álbum no Facebook 

Lavagem do Sambódromo !!!

Como tradição, sempre no final de semana anterior ao carnaval, as baianas das escolas de samba participam da lavagem do Sambódromo, no Rio de Janeiro. Ao som de vários sambas, grupos de baianas, crianças , porta-bandeiras e Gracy Mary Moreira, bisneta de nossa matriarca do Samba Tia Ciata,  desfilaram pela Passarela do Samba, com palmas, folhas de arruda, defumador, vassouras e água de cheiro, para preparar o local para a grande festa que começa na próxima sexta-feira (13). 

Além da Lavagem, a  festa iniciou as comemorações carnavalescas dos 450 anos do Rio. O evento contou com a presença do cantor Dudu Nobre, além do ator Milton Gonçalves e do Padre Antonio, que abençoou o cortejo. Antes, representantes da umbanda e do candomblé dançaram vestidos de Oxossi (que representa a figura de São Sebastião, padroeiro da cidade no sincretismo) e Oxum.

Gracy Mary Moreira, Milton Cunha e Maria Moura, à frente da lavagem.


                                               Baianas com muita água de cheiro!


                                           Gracy e a Irmã Olívia                  
Foto de Gracy Mary Moreira.
 Nossa Presidente Gracy com o Prefeito do Rio Eduardo Paes


Foto de Gracy Mary Moreira.
                                    Ruth Pinheiro,  Gracy e Vanda Ferreira


                                           Evolução das Baianas!!!

                                      Representando a tradição Gracy Mary Moreira!

A NOITE DOS HERDEIROS!!!

A NOITE DOS HERDEIROS!!!
Representação autentica do samba na Roda de Samba Sambastião.
Veronica Maia( filha de Monsueto, Geisa ketti ( filha de Ze ketti) Gracy Mary Moreira ( bisneta da Tia Ciata), Blecaute Junior ( filho de Blecaute) e Dr.Onesio Meirelles  (Familia Meirelles da Mangueira).

Circuito Cultural - Rio Ônibus

Circuito Cultural - Rio Ônibus

Dia 29/03/15
Neste domingo a Bisneta de Tia Ciata a Gracy Moreira (Ciatinha) está no IPN falando para o público visitante a história da Tia Ciata. Segundo domingo do projeto Rio Ônibus, mais que duplicou o numero de visitantes.


Foto de Ipn Museu Memorial.

Foto de Ipn Museu Memorial.
Foto de Ipn Museu Memorial.
Foto de Ipn Museu Memorial.
Foto de Ipn Museu Memorial.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Bisneta de Tia Ciata no carro Abre Alas do Acadêmicos da Tucuruvi

Bisneta de Tia Ciata e Presidente da ORTC, Gracy Mary Moreira, foi recebida pelo Presidente da Tucuruvi, em São Paulo, Sr. Jamil, dando a boas vindas na escola,  pelo representante da comissão de carnaval Jefferson Texeira e seus diretores na quadra da escola e ela disse " Me sinto feliz e honrada pelo convite de estar aqui representando o meu legado que tanto me orgulha e luto por sua preservação e raizes de  nossa história ".

No dia 13 a Acadêmicos do Tucuruvi entrou na avenida e fez um grande baile de carnaval com seu enredo sobre as marchinhas que marcaram época e até hoje animam foliões pelo Brasil. 
Um dos pontos fortes do desfile foi o samba-enredo, que fez uma viagem pelos sucessos carnavalescos, misturando trechos de marchinhas que estão há anos na boca do povo.
A rainha da bateria Nadege Delduque conduziu os ritimistas, que vieram com fantasias em homenagem ao personagem Zé Pereira, folião português que tocava bumbo pelas ruas chamando as pessoas para o carnaval.
A escola da Zona Norte levou para o sambódromo do Anhembi 23 alas com 3.000 componentes e cinco carros alegóricos.
Nas alegorias, mostrou a evolução do carnaval desde os glamorosos bailes de máscaras, passando pelos blocos de rua até as atuais agremiações.
O carnavalesco Wagner Santos criou alas e carros com o nome de composições conhecidas em todo o país como "Bandeira Branca", "Cabeleira do Zezé", "Mamãe eu quero" e "Me dá um dinheiro aí".

           


A comissão de frente lembrou um dos triângulos amorosos mais famosos do mundo: o pierrô, a colombina e o arlequim, figuras tradicionais do carnaval dos bailes. Na sequência, o carro abre-alas com a personagem Tia Ciata se movimentado e trazendo várias referências ao Rio de Janeiro, inclusive a presença de sua bisneta Gracy Mary Moreira, mantenedora também do  berço do samba.
A ala das baianas homenageou a marchinha "Máscara Negra", com as 80 integrantes mascaradas e com fantasias de plumas e babados lembrando os antigos bailes carnavalescos.
O segundo carro celebrou Chiquinha Gonzaga, que compôs, em 1899, a famosa "Ó Abre Alas", considerada a primeira marchinha de carnaval.
O quarto carro foi um dos destaques, com uma grande figura de Carmem Miranda, que foi a cara do carnaval brasileiro no exterior. O mesmo carro trazia um destaque fantasiado de Chacrinha, que promovia os bailes de marchinhas no seu programa de TV.
A Tucuruvi fechou o desfile com o carro que celebrava os 450 anos do Rio e trazia personagens do carnaval como o malandro da lapa representado num casal de passistas dançando gafieira no destaque. 
A escola, que em 2014 ficou em 4º lugar, busca o título inédito. Sua melhor colocação no carnaval paulistano foi em 2011, quando foi vice-campeã.


segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Rio Grande do Sul, homenageia Tia Ciata




ESTADO MAIOR DA COLINA de Guaiba RS, é uma escola do interior de Porto Alegre,
este ano seu tema, será a historia de Tia Ciata!



Globo rural especial, Ritmo nascido em chão de terra vai parar nas Escolas de Samba!

Assistam!

http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/t/edicoes/v/ritmo-nascido-em-chao-de-terra-vai-parar-nas-escolas-de-samba/3869562/

             Gracy e Ana (reporter) , locação GRES Grande Rio, na sala da Pequena África 


Colóquio Memória da Ancestralidade da Pequena África sua Resistência

Dia 13 de Janeiro, homenagem aos 161 anos de Tia Ciata e 19 anos do achado do Cemitério dos Pretos Novos, Iniciando a celebração aos 450 anos do Rio de Janeiro.

Em comemoração e homenagem aos 161 anos de Tia Ciata e 19 anos do achado do Cemitério dos Pretos Novos, Iniciando a celebração aos 450 anos do Rio de Janeiro. Foi um sucesso, com abordagem também sobre a zona portuária nos dias de hoje. 


Mesa composta, Gracy Mary Moreira da ORTC(Mediadora)Alberto Silva Presidente da CDURP, Mônica Costa da Superintendência IPHAN, Lucilene do INEPAC e Merced Guimarés do IPN..


           Gracy Mary Moreira da ORTC(Mediadora)Alberto Silva Presidente da CDURP, Mônica Costa da                                        Superintendência IPHAN, Lucilene do INEPAC 



                                                   Tia Lucia e Luiz Carlos Prestes Filho

Atenção na apresentação da Mesa


Inicio da feijoada

Plateia cheia



Exposição Tia Ciata

Degustando os quitutes


Equipe de colaboradores da ORTC , Marcos Cesar, Mateus, Antonioni, Gesele, Presidente Gracy Moreira e Janaina






quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Colóquio - Memória da Ancestralidade da Pequena África e sua Resistência


 Tem  como  objetivo,  promoção  da  cultura,  defesa  e  conservação  do  patrimônio histórico  e  artístico,  promovendo  atividades  culturais , com a finalidade de propor reflexões, por esta razão, estão realizando o Colóquio " Memória da Ancestralidade daPequena África e sua Resistência", para estimular projetos educacionais e de pesquisa, para a preservação da memória relacionada aos fatos e acontecimentos afins ao período da escravidão legal, com seus desdobramentos nos dias atuais, analisando suas conseqüências ao longo do processo civilizatório, incorporados à diversidade inter-étnica que compõe a totalidade do povo brasileiro.
 

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Rei de Ifon estado da Oxum da Nigéria, nos dias 20 e 21 de novembro, no Rio

Rei de Ifon da Nigéria adere reforçar afrodescendentes no mês da Consciência Negra 20                

Rio de Janeiro A passagem da comitiva do Rei de Ifon pelo Rio de Janeiro recupera, na prática, o conceito de territorialidade de Milton Santos. Se não vejamos:Ele circulou pela Pequena África com a neta de Tia Ciata, Gracy Moreira. Visitou o Cais do Valongo acompanhado por várias Yalorixás como Mãe Torody e Penha de Iansã. No Cemitério dos Pretos Novos, na Gamboa, participou de ritual em homenagem aos milhares de corpos de jovens africanos, ali, sepultados.Na Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito conheceu o Museu do Negro onde se deparou com Luiz Gama, Cruz e Souza, André Rebouças e com objetos de tortura de africanos escravizados durante 400 anos em território brasileiro.






Plantas Sagradas em São Gonçalo. A Comunidade Tradicional Rumpaine Hevioso Zooriokum Mean, no bairro de Jardim de Bom Retiro - São Gonçalo – 47 Km do Centro do RJ, recebeu do Rei de Ifon para almoço com vários líderes espirituais como Gaiaku Deusimar, Ícaro de Oxossi, Marcos de Iansã, Mãe Rosangela de Iya, Tata Edson e Oloye Marcelo Monteiro. 
        

As religiosas e os religiosos emocionaram o Rei de Ifon ao aplaudi-lo no ritual das árvores sagradas. O Rei de Ifon deixou sua marca no Terreiro de Gaiaku Deusimar através do plantio de Obi e de Orobo.