A Organização Cultural Remanescentes de Tia Ciata (ORTC), fundada em 2007 por descendentes de Hilária Batista de Almeida (1854-1924), tem como missão a promoção da cultura e a conservação do patrimônio histórico e artístico, através de atividades culturais, direcionadas à educação, saúde, defesa da mulher, desporto e meio ambiente. Sua presidente Gracy Mary Moreira, bisneta de Tia Ciata, representa quatro gerações inseridas de corpo e alma no florescimento da cultura afro-fluminense.

domingo, 26 de junho de 2011

Projeto Caminhos do Rio abre inscrição para professores do ensino fundamental.

Alana Gandra / Repórter da Agência Brasil / Rio de Janeiro - Os professores do ensino fundamental que queiram levar a arte para dentro das salas de aula podem, a partir de hoje (24), se inscrever no projeto Caminhos do Rio: Origem da Cidade do Rio de Janeiro. O projeto existe desde 1990 com o apoio do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), do Ministério da Cultura. A partir deste ano, com a presença da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, ele passa a incluir estudantes da rede pública de ensino.
A idealizadora e coordenadora do projeto é a arquiteta e mestre em conservação e restauro Renata Pereira. Aprovado pela Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, o projeto consiste em capacitar professores para que eles façam um passeio com seus alunos pela Praça XV, a mais antiga da capital fluminense, considerada o coração do Rio de Janeiro colonial, onde os monumentos históricos constituem um museu a céu aberto.
“É uma lição de história, arquitetura, arte”, disse Renata Pereira. “O bacana do projeto é que ele se insere no conteúdo do ensino fundamental, que vai da 3ª série à 7ª série”, completou.
De acordo com a coordenadora, os professores inscritos participam de um encontro prévio com os organizadores do projeto, quando recebem orientações e os cadernos de atividades do projeto. Depois, na condição de multiplicadores, eles repassam os cadernos para que as crianças possam interagir, fazendo a análise dos monumentos históricos, do espaço urbano, e aprendam durante um passeio cultural sobre a história, a arquitetura e a arte do país. As atividades continuam depois, em sala de aula.
Renata Pereira destacou que o objetivo do projeto é formar professores para os passeios culturais sobre a cidade do Rio de Janeiro, de modo que eles possam “sensibilizar a criança, para ela se apropriar do espaço da cidade, desenvolver a cidadania”.
Ela acrescentou que, “se a gente consegue que essas crianças valorizem o espaço urbano, principalmente o patrimônio histórico, que é o primeiro elo cultural, ela passa a defender e preservar a cidade”. O projeto tem como meta a apropriação da cidade pelo professor e pelos estudantes, disse.
O primeiro encontro com os professores para apresentação do projeto Caminhos do Rio está marcado para o dia 9 de julho próximo. Até o fim do ano, serão 12 encontros, todos nos sábados pela manhã. Após as reuniões preparatórias, os professores poderão agendar os passeios culturais com suas turmas. Renata Pereira estima que os primeiros passeios ocorrerão entre a primeira e a segunda semana de agosto.
Os professores interessados podem se inscrever gratuitamente pelo site www.caminhosdorio.com

Fonte: Observatório Comunitário

Nenhum comentário:

Postar um comentário