A Organização Cultural Remanescentes de Tia Ciata (ORTC), fundada em 2007 por descendentes de Hilária Batista de Almeida (1854-1924), tem como missão a promoção da cultura e a conservação do patrimônio histórico e artístico, através de atividades culturais, direcionadas à educação, saúde, defesa da mulher, desporto e meio ambiente. Sua presidente Gracy Mary Moreira, bisneta de Tia Ciata, representa quatro gerações inseridas de corpo e alma no florescimento da cultura afro-fluminense.

terça-feira, 22 de março de 2011

Caixa Cultural promove Ciclo de Conferências sobre a Canção Popular Brasileira

CAIXA Cultural Rio de Janeiro

PARA OUVIR UMA CANÇÃO

22 a 31 de março de 2011 - Ciclo de Conferências sobre a
Canção Popular Brasileira

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, no período de 22 a 31 de março de 2011, no Cinema 2, o ciclo de conferências Para ouvir uma canção que reunirá sete dos mais expressivos pesquisadores sobre o tema Canção Popular Brasileira. Os participantes que tiverem 60% de frequência receberão certificado, além de um livro-catálogo composto por textos assinados pelos conferencistas.

As conferências permitirão que os estudiosos apresentem, de acordo com suas linhas de pesquisa, questões a respeito das possibilidades de recepção do cancioneiro nacional. Ao longo de duas semanas, os especialistas convidados tratarão de temas relacionados à canção popular, tais como: filosofia, sexo, poesia, memória, internet, entre outros.

O ciclo pretende oferecer ao público a oportunidade de debater a diversidade musical brasileira, assim como explorar seus diversos caminhos de criação e apreciação, e também trazer à discussão quais as principais características da canção popular que ouvimos nos dias de hoje, e contribuir para que possamos ficar mais atentos às suas transformações.

Abrindo a programação na terça-feira (22), o escritor e pesquisador musical Rodrigo Faour (autor dos livros “História Sexual da MPB” e “Bastidores – Cauby Peixoto: 50 anos da voz e do mito”) fala sobre “O sexo na canção popular”. Na sexta-feira (25), o jornalista e crítico musical Mauro Ferreiraexplica como fazer crítica de canção na atual era da internet.

O evento tem entrada franca e contará também com a participação dos especialistas Marcelo Moutinho, Júlio César Valladão Diniz, Santuza Cambraia Naves, Gaspar Paz e Cláudia Neiva de Matos. A curadoria é dos pesquisadores André Masseno (Arte e Literatura) e Tiago Barros (Filosofia e Literatura). Confira a programação completa.

Programação

22/03/2011 - terça-feira
O sexo na canção popular
por Rodrigo Faour (autor de “História Sexual da MPB”, biógrafo e consultor do MIS)

23/03/2011 - quarta-feira
Polifonia na canção popular
por Santuza Cambraia Naves (autora de “Da bossa nova à tropicália” e “Canção popular no Brasil”, entre outros)

24/03/2011 - quinta-feira
Interpretação e canção popular
por Gaspar Paz (pesquisador, músico, co-organizador do livro “Música em debate”)

25/03/2011 - sexta-feira
A crítica de canção na era da internet
por Mauro Ferreira (crítico, editor de música de O Dia, autor do blog “Notas Musicais”)

29/03/2011 - terça-feira
A canção que carrega a memória
por Júlio César Valladão Diniz (escritor, ensaísta, coordenador do Núcleo de Estudos em Literatura e Música da PUC Rio)

30/03/2011 - quarta-feira
A canção popular e a cidade cartografada
por Marcelo Moutinho (jornalista, escritor, curador, organizador do livro “Canções do Rio”
)

31/03/2011 - quinta-feira
A performance vocal e suas ressonâncias
por Cláudia Neiva de Matos (pesquisadora, escritora, co-organizadora de “Ao Encontro da Palavra Cantada”
)

Serviço
Ciclo de conferências “Para ouvir uma canção”
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2
Datas: Dias 22 a 25 de março (terça a sexta), e 29 a 31 de março (terça a quinta)
Horário: 19h
Endereço: Rua Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 2544-4080
Classificação etária: Livre
Inscrições gratuitas em: www.ouvircancao.blogspot.com
Acesso para portadores de necessidades especiais

Fonte: Nossa Dica, Assessoria de Imprensa CAIXA Cultural Rio de Janeiro


Nenhum comentário:

Postar um comentário