A Organização Cultural Remanescentes de Tia Ciata (ORTC), fundada em 2007 por descendentes de Hilária Batista de Almeida (1854-1924), tem como missão a promoção da cultura e a conservação do patrimônio histórico e artístico, através de atividades culturais, direcionadas à educação, saúde, defesa da mulher, desporto e meio ambiente. Sua presidente Gracy Mary Moreira, bisneta de Tia Ciata, representa quatro gerações inseridas de corpo e alma no florescimento da cultura afro-fluminense.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Cidade do Samba em Chamas

Nota Oficial – Prefeitura do Rio de Janeiro e Riotur

O Carnaval segue em frente


O prefeito da cidade do Rio de Janeiro Eduardo Paes assegurou que o Carnaval deste ano acontecerá como planejado, apesar do incêndio que danificou algumas das fantasias e dos carros alegóricos que estavam sendo produzidos por três das 12 escolas de samba na Cidade do Samba. Felizmente ninguém ficou ferido no incêndio.


Poucas horas depois do incidente, o prefeito se reuniu com as escolas de samba para definir como ajudar as três agremiações afetadas a finalizar seus preparativos a tempo dos desfiles de carnaval, nos dias 6 e 7 de março. Paes também está buscando R$ 3 milhões junto à iniciativa privada para doar às três escolas prejudicadas pelo incêndio. Mas, se for preciso, a própria prefeitura irá arcar com o custo. Além disso, o poder público municipal tomou medidas para que a reconstrução dos barracões atingidos pelo fogo na Cidade do Samba comece imediatamente.

Como parte de um programa de uma semana de eventos, que incluí o carnaval de rua, os bailes de carnaval e festas em toda a cidade, o desfile oficial de carnaval – que acontece no domingo e na segunda-feira – reúne 12 escolas de samba para competir desfilando suas alegorias no Sambódromo.

Essas escolas de samba usam os barracões da Cidade do Samba para montar seus carros alegóricos e criar suas fantasias para um dos maiores espetáculos da terra. Em um incidente, três escolas sofreram danos causados pelo incêndio no dia 7 de fevereiro. Para poder recuperar o que foi perdido e concluir sua preparação, as três agremiações foram realocadas para outros espaços na própria Cidade do Samba ou imediações. Como demonstração de apoio, cada uma das 9 escolas que não foram afetadas vai oferecer assistência e material para assegurar que todas as 12 agremiações possam competir nos desfiles.

A Riotur, Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro, acredita que a cidade terá uma festa ainda mais especial em 2011 com a população toda se unindo para apoiar essas três escolas de samba tão tradicionais, e garante que o Carnaval não será afetado de maneira alguma pelo incidente.

André Babilônia
Assessor de Comunicação Social Riotur

Nenhum comentário:

Postar um comentário