A Organização Cultural Remanescentes de Tia Ciata (ORTC), fundada em 2007 por descendentes de Hilária Batista de Almeida (1854-1924), tem como missão a promoção da cultura e a conservação do patrimônio histórico e artístico, através de atividades culturais, direcionadas à educação, saúde, defesa da mulher, desporto e meio ambiente. Sua presidente Gracy Mary Moreira, bisneta de Tia Ciata, representa quatro gerações inseridas de corpo e alma no florescimento da cultura afro-fluminense.

sábado, 11 de dezembro de 2010

50 anos de Yemanjá de Gisele Omindarewá

No dia 18 de dezembro de 2010, na Praia de Itacuruçá/RJ, às 11:00 h., acontecerá a festa dos 50 anos de Yemanjá de Gisele Omindarewá, com a saída de um Saveiro para a entrega do PRESENTE DAS ÁGUAS.
Nascida de pais franceses em 1923, em Tanger, no Marrocos. Veio para o Brasil em 1959, como esposa de um Conselheiro Cultural da Embaixada da França. Aqui, conheceu Abdias do Nascimento e, com ele foi para os subúrbios, subiu morros, atrás da alma do povo e, chegou à baixada Fluminense, local escolhido para se fixar no país. Acabou "bolando" no terreiro de Joãozinho da Goméia/Duque de Caxias e se iniciou no santo em dezembro de 1960. Á Iyalorixá,de renome e muito considerada no meio dos candomblés carioca (iniciada por Joãozinho da Goméia em Angola) e baiano (onde completou suas obrigações em Ketu), a francesa, como é conhecida por todos, procurou conhecer o candomblé na sua origem africana, viajando frequentemente ao Benin para aprender o significado dos rituais dos orixás, o valor das plantas e os cantos em yorubá, o que muito contribuiu para a sua vida como Mãe de Santo do ILE ASÉ ATARÁ MAGBÁ, em Santa Cruz da Serra/Duque de Caxias-RJ.
É na realização de ações efetivas que elevem a convivência inter-religiosa, na busca de provocar o Estado a criar mecanismos e ações de defesa da multiplicidade religiosa, desenvolvendo junto às comunidades religiosas de matriz africana institucionalização, esclarecimento e defesa de seus direitos, enfrentamento à intolerância religiosa e apoio às atividades de cunho educacional, artístico e cultural nesses espaços que o CENTRO CULTURAL AGUÉ MARÊ organizou esse evento contando com apoio de diversos parceiros: Editora Pallas, Agen Afro, Bom Voo (escola de Parapentes), ICAPRA, ORTC (Remanescentes de Tia Ciata),CEN (Coletivo de Entidades Negras), COBRA,Humpaime Zoonocum Mean.


.
Fez grande contribuição para a história de nossa cultura e ancestralidade com os seguintes escritos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário