Pesquisar neste blog

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Políticas Culturais

A Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados aprovou na semana passada a proposta de criação do Programa Nacional de Fomento à Cultura/Procultura, que substitui a discutida, temida e famigerada Lei Rouanet (8.313/91). A proposta estabelece os critérios de distribuição dos recursos originários do incentivo fiscal à cultura.

O Ministério da Cultura pretende dobrar o valor dos recursos de estímulo a projetos do setor no País, após a aprovação final do projeto. A proposta ainda precisa ser analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para o Senado Federal.

A proposta de nova lei irá fortalecer o FNC/Fundo Nacional da Cultura), ao prever
que os recursos destinados aos projetos culturais fiquem concentrados neste e estabelece que 80% dos recursos do fundo sejam destinados aos produtores culturais sem vínculo com patrocinador ou aos Estados e municípios.

O objetivo é reverter o quadro atual quando acredita-se que a maior parte dos projetos culturais não consegue obter patrocínio na iniciativa privada, que costuma privilegiar os espetáculos que tenham grande porte, segundo os critérios dos departamentos de Marketing das grandes empresas – públicas ou privadas. Através do novo modelo, o artista poderá receber o dinheiro sem precisar captar os recursos.

A pagina virtual da Câmara dos Deputados trás mais informações e ainda o acesso ao projeto em sua íntegra, assim como as emendas e modificações propostas:

http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/151885-COMISSAO-APROVA-NOVOS-CRITERIOS-PARA-INCENTIVOS-CULTURAIS.html

domingo, 12 de dezembro de 2010

Riotur Carnaval de Rua 2011.

Riotur apresenta infraestrutura e patrocinadores oficiais do Carnaval de Rua 2011.


O Carnaval de Rua já tem patrocinadores oficiais para 2011. A Dream Factory, uma das quinze empresas que retiraram o caderno de encargos lançado pela Prefeitura do Rio, através da Riotur para o Carnaval de Rua, foi a única a apresentar um projeto completo e que atendia aos pré-requisitos estabelecidos no documento, tendo como patrocinadores a Ambev, com a cerveja Antarctica, e o Banco Itaú. O patrocínio ao Carnaval de Rua irá representar uma economia de aproximadamente R$ 8 milhões aos cofres da Prefeitura. - O objetivo é melhorar cada vez mais a estrutura para o folião e também para quem não curte a festa, sem tirar a espontaneidade e o lado bem humorado do Carnaval de Rua carioca. Ficamos felizes com o crescimento do carnaval e através de dois patrocinadores podemos dar mais apoio e infraestrutura para este grande evento. O carnaval de 2011 será o carnaval da paz, e é baseado nessa ideia que iremos desenvolver o melhor carnaval de rua já visto antes – disse o Secretário de Turismo e presidente da Riotur, Antonio Pedro Figueira de Mello. O projeto apresentado supera as exigências do caderno de encargos, oferecendo 7.400 banheiros químicos – 1.000 a mais que o estabelecido no documento –, além de 40 containers sanitários. O projeto prevê 800 diárias de controladores de tráfego; 50 faixas, 250 galhardetes de sinalização de trânsito e três painéis de informação eletrônica; 80 diárias de UTI móvel e a publicação de 1 milhão de exemplares de um guia com o roteiro dos blocos, que serão distribuídos nos postos de informação turística, hotéis, restaurantes, aeroportos e nos quiosques de informação bilíngüe destinados aos foliões que estarão espalhados pela cidade. A empresa vencedora irá se encarregar da produção, desenho, confecção, instalação, montagem, locação de materiais e equipamentos, bem como manutenção e remoção dos mesmos, e de toda a infraestrutura necessária para a realização do carnaval de rua de 2011, de acordo com projeto e cronograma estabelecidos pela Riotur. A Prefeitura se fará presente nos desfiles coordenando os serviços dos órgãos Públicos, dentre eles, Secretarias de Ordem Pública (SEOP) e de Saúde, Comlurb, Guarda Municipal e CET-Rio. Os percursos dos desfiles dos blocos serão fornecidos pela Riotur, após a emissão das autorizações finais. Da mesma forma, a Riotur também irá estabelecer os locais onde serão instalados os banheiros químicos e definir a distribuição dos controladores de trânsito. O público estimado em todos os blocos da cidade é 2,5 milhões de foliões. Os 3 mil ambulantes cadastrados pela SEOP irão receber um crachá de identificação, colete e isopor para armazenamento de alimentos e bebidas. Como aconteceu no Carnaval de Rua de 2010, não será permitida a entrada de vendedores empurrando carrinhos dentro da área de desfile. O Caderno de Encargos e Contrapartidas para o Carnaval de Rua de 2011, lançado pela Riotur em outubro desse ano, serviu de orientação para as empresas que desejassem apresentar proposta de patrocínio para a estrutura dos desfiles de uma forma global, não sendo aceitos propostas por localidades ou por blocos. Vale ressaltar que o projeto visa unicamente a melhorar a qualidade dos serviços prestados nos desfiles e minimizar os impactos causados em seus entornos, não interferindo no andamento ou na espontaneidade da festa popular.


André BabilôniaSecretaria Especial de Turismo/RioturAssessoria de Comunicação Social

sábado, 11 de dezembro de 2010

A seleção de profissionais para as UPPs Sociais

Será até amanhã a seleção de profissionais para as UPPs Sociais foi retomada por meio de EDITAL lançado pela UERJ.
A descrição dos perfis, valores salariais e requisitos encontra-se no Edital.
As inscrições devem ser feitas a partir de do dia 8/12 e e são gratuitas, em:
http://www.cepuerj.uerj.br/insc_online/upp/upp_uerj.aspx
Atenção, multiplique as informações, que as inscrições iniciaram no dia 8 de dezembro ( a partir das 10:00h.) e terminam amanhã , dia 12 de dezembro às19:00h

50 anos de Yemanjá de Gisele Omindarewá

No dia 18 de dezembro de 2010, na Praia de Itacuruçá/RJ, às 11:00 h., acontecerá a festa dos 50 anos de Yemanjá de Gisele Omindarewá, com a saída de um Saveiro para a entrega do PRESENTE DAS ÁGUAS.
Nascida de pais franceses em 1923, em Tanger, no Marrocos. Veio para o Brasil em 1959, como esposa de um Conselheiro Cultural da Embaixada da França. Aqui, conheceu Abdias do Nascimento e, com ele foi para os subúrbios, subiu morros, atrás da alma do povo e, chegou à baixada Fluminense, local escolhido para se fixar no país. Acabou "bolando" no terreiro de Joãozinho da Goméia/Duque de Caxias e se iniciou no santo em dezembro de 1960. Á Iyalorixá,de renome e muito considerada no meio dos candomblés carioca (iniciada por Joãozinho da Goméia em Angola) e baiano (onde completou suas obrigações em Ketu), a francesa, como é conhecida por todos, procurou conhecer o candomblé na sua origem africana, viajando frequentemente ao Benin para aprender o significado dos rituais dos orixás, o valor das plantas e os cantos em yorubá, o que muito contribuiu para a sua vida como Mãe de Santo do ILE ASÉ ATARÁ MAGBÁ, em Santa Cruz da Serra/Duque de Caxias-RJ.
É na realização de ações efetivas que elevem a convivência inter-religiosa, na busca de provocar o Estado a criar mecanismos e ações de defesa da multiplicidade religiosa, desenvolvendo junto às comunidades religiosas de matriz africana institucionalização, esclarecimento e defesa de seus direitos, enfrentamento à intolerância religiosa e apoio às atividades de cunho educacional, artístico e cultural nesses espaços que o CENTRO CULTURAL AGUÉ MARÊ organizou esse evento contando com apoio de diversos parceiros: Editora Pallas, Agen Afro, Bom Voo (escola de Parapentes), ICAPRA, ORTC (Remanescentes de Tia Ciata),CEN (Coletivo de Entidades Negras), COBRA,Humpaime Zoonocum Mean.
.
Fez grande contribuição para a história de nossa cultura e ancestralidade com os seguintes escritos:

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Seminário Internacional Quilombos das Américas

Entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro, em Salvador/BA, acontecerá o Seminário de lançamento do projeto “Quilombos das Américas”, que visa atingir negros que têm convivido historicamente com uma situação de extrema exclusão socioeconômica. O objetivo é preservar não apenas os seres humanos, mas também o riquíssimo acervo cultural por eles construído e as identidades desses povos. Criando-se uma rede de políticas públicas, tem-se em vista a promoção da soberania alimentar e a ampliação do acesso aos direitos econômicos, sociais e culturais.

O evento é uma realização da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), por meio do seu Centro Nacional de Pesquisa em Hortaliças (CNPH), o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), por sua Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SESAN) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), através da Diretoria de Estudos e Relações Econômicas e Políticas Internacionais (DEINT). Conta também com o apoio da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE), da Secretaria Geral Ibero-americana (SEGIB), Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM).

O Projeto tem como referência a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), a Declaração de Durban e o Plano de Ação da III Conferência Mundial de Combate ao Racismo, Discriminação Racial, Xenofobia e Intolerância Correlata, Durban, de 2001; os instrumentos que balizam a efetivação dos direitos territoriais das comunidades afro-rurais em seus países; o Pacto Internacional sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (PDHESC); a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional no Brasil (LOSAN), e os Objetivos do Milênio, estabelecidos na Declaração do Milênio das Nações Unidas.

O “Quilombos das Américas” além de objetivar o acesso a direitos, especialmente no que se refere à educação, a promoção da soberania alimentar por meio da valorização das práticas alimentares e estratégias de produção baseadas no manejo sustentável dos recursos ambientais, também pretende construir uma rede de articulação de políticas públicas e cooperação entre as comunidades afro-rurais do Brasil, Equador, Colômbia e Panamá. As pesquisas nessas comunidades serão realizadas na América Latina e no Caribe.

A abertura do Seminário ocorrerá no dia 30 de novembro, às 18h, na Universidade Federal da Bahia (UFBA), na Faculdade de Medicina, localizada no Anfiteatro Prof° Alfredo Thomé Britto, Largo do Terreiro de Jesus no Pelourinho, em Salvador, Bahia.

Os painéis e debates acontecerão nos dias 1º e 2 de dezembro, no Gran Hotel Stella Maris Resort & Conventions, sito à Praça Stella Maris, 200, Stella Maris, também em Salvador.
Veja a programação completa.

Por Comunicação Social da SEPPIR/PR

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

ENCONTRO INTERNACIONAL DE CAPOEIRA










PROGRAMAÇÃO

SEGUNDA-FEIR
A
08 DE NOVEMBRO DE 2010
- 19:00pm-21:00pm Bate-papo alunos com os Mestres
- 21:30pm jantar

TERCA-FEIRA 09 DE NOVEMBRO DE 2010
- 9:00am café da manha
- 10:00am saida ao passeio TEOTIHUACAN
- 13:00pm almorço
- 22:00pm jantar

QUARTA-FEIRA 10 DE NOVEMBRO DE 2010
- 9:00am café da manha
- 13:00pm almorço
- 18:00pm-20:00pm Curso com Mestre Itapoan (Ginga Bahia-Brasil)
- 20:00pm-21:30pm Curso com Mestre Macaco-Aranha (Capoeira Nativos de Minas)
- 22:00pm jantar

QUINTA-FEIRA 11 DE NOVEMBRO DE 2010
- 9:00am café da manha
- 13:00pm almorço
- 18:00pm-20:00pm Curso com Mestre Paulinho Sabia (Capoeira Brasil)
- 20:00pm-21.30pm Curso com Mestre Wellington (Capoeira Berimbrasil)
- 22:00pm jantar

SEXTA-FEIRA 12 DE NOVEMBRO DE 2010
- 9:00am café da manha
- 13:00pm almorço
- 19:00pm-21:00pm Exibicão e abertura do batizado
- 22:00pm jantar

SABADO 13 DE NOVEMBRO DE 2010
- 9:00am café da manha
- 10:00 am saida ao passeio
- 14:30 pm almorço
- 22:00 pm jantar

DOMINGO 14 DE NOVEMBRO DE 2010
- 8:30am café da manha
- 12:00pm almorço
- 15:00pm BATIZADO E TROCA DE CORDAS
- 21:00pm jantar despedida

Lançamento do Livro Samba de Sambar do Estácio


Publicação é acompanhada de DVD multimídia com mapa interativo do Rio de Janeiro nos anos 1930, 100 músicas, depoimentos e fotos históricas


O Instituto Moreira Salles lança em 9 de novembro, às 20h, o livro Samba de sambar do Estácio – 1928 a 1931, escrito pelo pesquisador musical Humberto M. Franceschi, que revela o surgimento do samba batucado no final da década de 1920, no bairro do Estácio, no Rio de Janeiro. O lançamento será no IMS-RJ (rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea), com bate-papo aberto ao público entre Humberto M. Franceschi e José Ramos Tinhorão, jornalista e autor do prefácio do livro.




Samba de sambar do Estácio – 1928 a 1931 é resultado de 20 anos de pesquisa de Humberto M. Franceschi sobre um período essencial da história da música popular brasileira, mas pouco estudado até agora. Franceschi descreve o momento em que o samba se transformou nas mãos de Ismael Silva, Brancura, Bide, Nilton Bastos, Getúlio Marinho, Heitor dos Prazeres, entre muito outros que compuseram sambas com identidade própria, diferentes dos sambas-maxixes populares na época.

No livro, o leitor poderá conhecer os personagens e as histórias que percorreram o largo do Estácio na época e que definiram, segundo Franceschi, a relação do samba com o candomblé, o futebol e a prostituição. É a partir de depoimentos dos remanescentes do Deixa Falar, bloco que deu origem ao “samba da sambar”, na definição de Ismael Silva, que são narradas histórias como a da baiana Tia Ciata, avó do compositor e instrumentista Bucy Moreira, que, com um pó de ervas, teria curado a perna do então presidente Wenceslau Braz; ou sobre o time de futebol do Estácio, o Império, que tinha em sua sede a maior gafieira da cidade.

O livro vem acompanhado de um DVD multimídia, que reúne as 100 músicas (como “Mulher de malandro”, de Heitor dos Prazeres, e “Homenagem”, de Carlos Cachaça com Cartola), as 54 imagens (entre fotografias e gravuras) e os 21 depoimentos (como os de Athanazia e Bucy Moreira) citados na publicação. O DVD também possui um mapa do Rio de Janeiro datado de 1935. O roteiro proposto no mapa, enriquecido por fotografias, sugere um passeio do largo de São Domingos ao Estácio de Sá, cruzando o Campo de Santana, a praça Onze e a zona do Mangue. O DVD foi produzido e organizado por Humberto M. Franceschi, o produtor Carlos Didier e a equipe IMS/MBA/AUDIOLUME.

Sobre Humberto M. Franceschi:

Pesquisador musical e fotógrafo, Humberto Moraes Franceschi nasceu em 1930, em uma família que sempre esteve envolvida com a música brasileira. Tendo convivido com grandes nomes da música popular, como Ismael Silva, Cartola, Orestes Barbosa e Nelson Cavaquinho, Franceschi reuniu um dos maiores acervos com as primeiras gravações do samba carioca, hoje parcialmente disponível no site do Instituto Moreira Salles. Entre os discos e livros em que resgata importantes momentos da cultura brasileira, destacam-se Registros sonoros por meios mecânicos no Brasil (Studio HMF, 1984) e A Casa Edison e seu tempo (Sarapuí, 2002), que recuperam os registros da Casa Edison, gravadora pioneira no Brasil.


Lançamento Samba de sambar do Estácio – 1928 a 1931

9 de novembro de 2010 (terça-feira), às 20h


Mesa-redonda com Humberto M. Franceschi e José Ramos Tinhorão

Entrada gratuita

Lugares limitados

I Fórum Internacional de Educação, Diversidade e Identidades

Home
CEAO News
VAbertas inscrições para órum Internacional de Educação,Diversidade e Identidades

Entre os dias 25 de outubro e 18 de novembro, estarão abertas inscrições gratuitas para o I Fórum Internacional de Educação, Diversidade e Identidades – Gênero, Raça e Educação nos Países da Diáspora depois de Durban.

O evento, dirigido a professores da rede pública municipal e pessoas ligadas a entidades que atuam nas áreas relacionadas ao tema, acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de novembro, no Hotel Pestana (Rio Vermelho).

Os organizadores pretendem reunir cerca de 500 pessoas do Brasil, da Nigéria e dos Estados Unidos em torno de mini-cursos, workshops, mesas de discussões, exposição, lançamento de livros e show de encerramento, onde o tema central será a intersecção de gênero-raça e educação.

Promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Secult), através do Fundo Municipal para o Desenvolvimento Humano e Inclusão Educacional de Mulheres Afrodescentes (Fiema) e Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico (CENAP), o evento foi idealizado pela Tsedakah – Tecnologia e Humanidades.

Com o Fórum, a Secult pretende multiplicar as discussões e os resultados dentro da rede municipal de educação. Para tanto, todas as propostas retiradas resultarão em recomendações, que nortearão as políticas públicas na capital baiana. "Nosso objetivo é promover a superação das discriminações, sejam elas da ordem do racismo, sexismo ou homofobia”, frisou o secretário Carlos Soares.

Evento:

I Fórum Internacional de Educação, Diversidade e Identidades

Data: 25 a 27 de novembro de 2010

Local: Hotel Pestana - Rua Fonte do Boi, 216 - Rio Vermelho, Salvador (BA)

Mais informações: www.fiedi.com.br

Pç. Inocêncio Galvão, 42, Largo Dois de Julho - CEP 40060-055. Salvador - Bahia - Brasil
Tel (0xx71) 3283-5501/5502/5500 | Fax (0xx71) 3322-8070 - E-mail: ceao@ufba.br

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Rádio Manchete recebe grandes nomes da Música Popular Brasileira


Por: Gracy Mary Moreira

Programa: Agenda Gilsse Campos

A partir do domingo (31/10), artistas da música popular brasileira estarão abrilhantando as tarde de domingo da Rádio Manchete AM-760 ao Meio dia .
A jornalista Gilsse Campos recebeu dia 31, a cantora Áurea Martins, no dia 7 de novembro é a vez do cantor Biafra, dia 14 de novembro vem a Turma do Estácio, dia 21 de novembro é a vez da cantora Leiloca e um bom bate papo com o Secretário de desenvolvimento econômico Júlio Bueno, dia 28 de novembro a pedido tem o retorno da grande diva Leny Andrade, no dia 05 de dezembro é hora de Dóris Monteiro e no dia 12 de dezembro o cantor Gustavo Lins, e melhor tudo isso com um super acompanhamento do mais renomado pianista Zé Maria Rocha .
A ORTC, dá parabéns à Rádio Manchete, pelo incentivo ao resgate e desenvolvimento cultural, através do programa Agenda Gilsse Campos, dirigido por Julinho Tititi.

SAMBA AFRO

No dia 07 de novembro será realizado uma monstra,com vários seguimentos
da cultura afro brasileira, destacando o Samba Afro de raiz.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Abertos Editais

Estão abertos os Editais de Apoio e Produção de Eventos da SEC

08/10/2010 - 13h01

Incentivar, apoiar e fomentar atividades culturais em todo o território do Rio de Janeiro tem sido um compromisso da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). Como parte desse trabalho constante.

O edital de Produção, no valor de R$ 800 mil, tem como objetivo dar apoio financeiro a projetos na área de produção de atividades consideradas relevantes para o cenário cultural do Estado do Rio de Janeiro. Podem se inscrever projetos voltados para a realização de seminários, oficinas, celebrações, festividades, mostras de poesia, literatura, artes plásticas, teatro, cinema, circo, capoeira e música, assim como para a viabilização de shows, feiras e exposições.

As inscrições poderão ser feitas até 29 de outubro para projetos que serão iniciados de janeiro a abril de 2011. A inscrição é gratuita e aberta a pessoas físicas e pessoas jurídicas sem fins lucrativos, atuantes na área cultural há pelo menos dois anos, residentes ou sediadas no Estado do Rio de Janeiro, e deve ser feita através do preenchimento de formulários de inscrição disponíveis no sítio da Secretaria de Estado de Cultura (www.sec.rj.gov.br).


quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Auxílio a Projetos de Inovação Tecnológica

Logomarca Faperj

Calendário de Bolsas e Auxílios - 2010


1. As modalidades de fomento que não constam da relação abaixo somente são oferecidas por meio de Editais.

2. De acordo com as instruções para a solicitação de cada modalidade de auxílio ou bolsa (Manual de auxílios e bolsas da FAPERJ), uma cópia impressa de toda a documentação deverá ser entregue no setor de protocolo da Fundação até 10 (dez) dias úteis após o envio da solicitação pelo sistema inFAPERJ.

3. A modalidade de auxílio para a “Inserção de novas tecnologias no mercado – ADT 2” ainda não está disponível para solicitação.

Auxílios – Pesquisa (APQ 1), Acervos (APQ 4), Instalação (INST),
Pesquisador Visitante (APV) e Auxílio a Projetos de Inovação Tecnológica (ADT 1)

Data para a solicitação on-line

Contratação das propostas selecionadas

1.º de fevereiro a 24 de junho

A partir de setembro

1.º de setembro a 25 de novembro

A partir de março de 2011

Auxílio – Editoração (APQ 3)

Data para a solicitação on-line

Contratação das propostas selecionadas

1.º de março a 27 de maio

A partir de agosto

02 de agosto a 28 de outubro

A partir de dezembro

Auxílios – Organização de eventos (APQ 2) e Participação em Reunião Científica (APQ 5)

Data para a solicitação on-line

Data do evento

04 de janeiro a 31 de março

Junho a novembro

1.º de junho a 31 de agosto

Dezembro de 2010 a maio de 2011

Bolsas – Iniciação Científica (IC), Iniciação Tecnológica (IT) e Inovação Tecnológica (INT)

Data para a solicitação on-line

Início da vigência

1.º de março a 31 de maio

Agosto a setembro

1.º de setembro a 30 de novembro

Março a abril de 2011

Bolsa – Pós-doutorado Sênior (PDS) e Pesquisador Visitante (PV)

Data para a solicitação on-line

Início da vigência

1.º de fevereiro a 30 de abril

Agosto a outubro

02 de agosto a 29 de outubro

Fevereiro a abril de 2011

Bolsa – Pesquisador Visitante Emérito (PV-E)

Data para a solicitação on-line

Início da vigência

1.º de fevereiro a 30 de abril

Agosto a outubro


* A submissão de propostas para pós-doutorado recém-doutor (PDR) está temporariamente suspensa, haja vista o lançamento de edital específico para “Apoio ao Programa de Pós-Doutorado no Estado do Rio de Janeiro”, uma parceria Capes-FAPERJ.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Projeto Samba da Feira homenageou Bucy Moreira



No dia 17 de outubro, o Projeto Samba da Feira homenageou a memória de Bucy Moreira, reunindo, sua viúva Nanci Moreira, sua filha Gracy Mary Moreira , seu neto Guilherme Henrique; amigos, compositores e sambista, como,Nelson Cavaquinho Filho e esposa Sandra, Ronaldo Camargo, Rose ( Bohêmios de Irajá); Zé Carlos Keti (Prod. Cultural); Jorge Callado, D.Sônia( viúva do Xango da Mangueira), Geiza Keti (filha de Zé Keti), Onezio da Mangueira, e a Turma do Estácio ,(Zebeto Lopa, Ivan Talarico e Valmir do Cavaco), fazendo tributo ao bamba do berço do samba.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Oficina A HISTÓRIA DA ZONA PORTUÁRIA




PORTO MARAVILHA,
uma história...
DIA 26 DE OUTUBRO DE 2010
Oficina Extra
A HISTÓRIA DA ZONA PORTUÁRIA
MS Carla Marques
14:00 às 16:00 horas
Apresentação do Projeto Porto Maravilha
16:10 horas

Palestrante Convidado:
Presidente da CDURP Engº Jorge Luiz de Souza Arraes

Local: Rua Pedro Ernesto nº 32/34
Gamboa - Zona Portuária

inscrições gratuitas